Travel as much as you can!

Hoje a foto de lembrança que meu facebook me mostrou, foi de 2 anos atrás, eu em Halong Bay, um dos lugares mais lindos que já fui, e a saudade é grande.

Não sei porque, perdi o ritmo de escrever no blog, na verdade até sei… é porque a vida nômade terminou, pelo menos por agora. Depois que voltei da Ásia, tive a oportunidade de tirar umas férias, minha ultima 😦 por sinal, e fui para Cuba! O desejo de conhecer os lugares menos convencionais sem duvidas me fascina.

Fui para Cuba com minhas duas irmãs e foi uma viagem bem relax, fomos para Havana e Varadero. O país é lindo e vale a visita, e sem dúvidas vale aquele velho conselho, corra enquanto é tempo para conhecer a Cuba de Fidel, pois a tendencia é eles se adaptarem cada vez mais ao mundo capitalista.

Ainda quero escrever sobre Cuba (ok já faz mais de 1 ano que a viagem aconteceu ahahha) mas esta valendo.

Este ano em Fevereiro de 2017 tive a oportunidade de fazer uma viagem bem rapida, desta vez a trabalho, para UK e França. Como não sou boba nem nada, arrumei um voo indo via Marrocos, e consegui um stopover em Clasablanca! Quem não quer conquistar mais um país na lista de lugares visitados, né? Oh e pra mim não vale contar países onde você passou só pelo aeroporto hein! se não minha lista já seria bem maior!

Bom em Casablanca meu tempo foi bem curto, mas pude encontrar com uma amiga muito querida (Fatima), que estudamos juntas no mestrado. Ela mora em Habat, que fica há pouco mais de uma hora de Casa, e como felizmente era um sábado ela foi até lá para me encontrar. Puder conhecer sua bebê recem-nascida e seu esposo. Casa é uma cidade bem desenvolvida, com bastante transito e bem grande! Eu fiquei hospedada próxima ao aeroporto, e mal sabia eu que era super longe da cidade, mas no final deu tudo certo. Fatima me mostrou um pouco da cidade e acabamos indo almoçar em um shopping. Pude conhecer a Mesquita Hassan II que é incrível e é a segunda maior Mesquita do mundo! Eu adoro visitar estes templos pela riqueza dos detalhes, e valeu a visita. Fatima me contou que o presidente queria que todo marroquino contribuísse para a construção do templo, para se sentirem parte, então ele recolher parte do dinheiro de todo mundo! Que beleza né?

A Mesquita!

A Mesquita!

Enfim, minha visita ao Marrocos foi muito breve e com certeza quero muito voltar para conhecer melhor.

Em seguida voei para Londres, esta foi minha terceira visita a Londres e que cidade incrivel! Realmente demais!

Fui a trabalho conhecer algumas escolas de idiomas, então passamos por Londres, Cambridge, Brigthon e Bournemouth, estas outras eu não conhecia e adorei conhecer.

London <3

London ❤

De lá fomos para Paris, mas seguimos direto para Amboise, cidade bem pequena que fica a beira do rio Loire, na região do Vale-du-Loire, belissima! Tem castelo e tudo mais. Depois fomos para La Rochelle na costa Ostes próxima a Ile de Ré, que eu também não conhecia mas é uma bela cidade.

Amboise e o rio Loire

Amboise e o rio Loire

Só então fomos para Paris, minha cidade preferida da vida ❤ Como é bom voltar! Pra mim foi  muito especial, fazia cerca de 1 e 3 meses que eu tinha ido embora de Paris e da minha vida de estudante intercambista, então foi maravilhoso voltar e rever meus amigos do mestrado. Ainda quero fazer um post com um roteiro que considero legal para fazer em Paris para quem tem 4-5 dias na cidade. Prometo que farei 🙂

Com os amigos no café da Amelie em Montmartre

Com os amigos no café da Amelie em Montmartre

Paris <3

Paris ❤

Esta foi então minha ultima viagem, meu coração dispara toda vez que vejo uma passagem em promoção no site Melhores Destinos hahaha! Sem duvidas quero muito poder voltar a Ásia e desta vez explorar outras lugares, como India, China, Japão e Coréia. Porém estes destinos ainda estão bem longe no momento…

Porém sonhar é FREE!

Fico feliz que volte e meia recebo o e-mail ou alguem me procura pedindo dicas sobre a Ásia, ou falando que eu as ajudei a decidir pelo destino ou até que inspirei a ter coragem de viajar sozinha! Isso é muito legal ❤

Então quero continuar escrever e relatando um pouco mais sobre minhas viagens e lugares que já passei e que espero passar 🙂

F.

Roteiros para quem quer fazer um Mochilão

Lembro ainda hoje de quando voltei do meu primeiro mochilão, lá em 2011. Falei pra mim mesma: olha esse lance de viajar de mochila nas costas é muito legal, mas esse foi meu primeiro e último! Quero algo mais confortável daqui pra frente. hahaha Mal sabia eu que eu faria mais dois depois daquele.

Não sei bem o que mudou, acho que foi simplesmente o fato de amar viajar e como ainda sou nova e não tenho muitos recursos, a forma mais viável para se viajar é estilo mochileiro.

Diria que para fazer um mochilão, não necessariamente deve-se viajar só com uma mochila, vai além, é um estilo de viajar. É viajar com pouca grana, talvez ainda sem ter um roteiro certinho e estar disposto a passar perrengues 😛

Pois então, após muito tempo de abandono que este blog sofreu, resolvei escrever sobre algumas opções de roteiros para quem quer mochilar. Vou falar um pouco por cima, porém depois posso escrever mais a fundo sobre cada local.

1a Opção: America do Sul: Para nós esta pode ser a porta de entrada para quem quer fazer sua primeira viagem como mochileiro. Eu quando fiz meu destino foi: Bolivia e Peru.

Antes disso já tinha feito uma viagem em família e de carro! por Paraguai, Chile e Argentina.

No caso deste 1o mochilão, eu não tinha muito tempo então acabou sendo só estes 2 países em cerca de 15 dias. Para ir começamos cruzando a fronteira Brazil-Bolivia por Corumbá (MS)-Puerto Quijarro. Sou originalmente de Corumbá então pra mim, usar esta fronteira seria o mais obvio. Demos entrada no país, o que pode levar horas, devido as filas e compramos nosso trecho Puerto Quijarro-Santa Cruz de la Sierra, de trem. Eita viagem longa hein! Esse é o famoso trem da morte, hoje em dia recomendo fazer este trecho de ônibus, que é mais rapido e mais confortável. Porém se você quer ter a experiência roots de viajar pela Bolivia vá de trem. A viagem é tranquila, porém o trem viaja bem lentamente, a cada parada surge alguém vendendo frango frito, etc etc.

Não vou entrar em detalhe em cada cidade que passei, isso fica para a próxima, porém foi Santa Cruz de La Sierra – fomos de avião para Sucre, seguimos para Potosí e de la para UYUNI (nosso principal destino na Bolívia era conhecer o deserto de sal!) de UYUNI fomos para La Paz. Não ficamos em La Paz, seguimos para cruzar a fronteiro com o Peru e ficamos em PUNO, para fazer o passeio (pegadinha de turista) no lago Titicaca. De PUNO seguimos para CUSCO, após alguns dias iniciamos a peregrinação para conseguir chegar a MACHU PICHU.

De volta a Cusco, separei do meu grupo, pois tinha que voltar para São Paulo, então peguei um vôo para Lima, consegui ter algumas horas de passeio pela cidade e de Lima voltei para o Brasil. O restante do meu grupo começou o caminho de volta, e pararam em La Paz, onde teve até neve.

Esta é uma viagem bem roots, diria que até mais que Sudeste Asiático. Felizmente como somos hermanos sabemos que tem que estar ligado o tempo todo para ninguém passar a perna na gente, mesmo assim isso acontece. Os onibus são ruins, hospedam também, isso se vc estiver viajando com pouca grana né. Porém vale a pena pois as paisagens são belissimas!

the one and only: Machu Pichu

the one and only: Machu Pichu

2o Opção: Balcãs! Ok eu sei que essa é uma opção super incomum ahaha A maioria das pessoas depois que faz mochilão pela América do Sul o próximo passo é mochilar pela Europa ocidental. No meu caso, eu estava morando na Europa (na Itália) e tinha alguns dias de férias entra Natal e Ano Novo, então pensei, por que não?

Tenho anotado um relato de cada cidade e país que passei e que devo fazer um post em breve, porém eu super recomendo a região. Comida excelente, riqueza cultural, super barato e paisagens de tirar o folego!

Resumidamente meu roteiro foi: Budapeste, Hungria -> Zagreb, Croacia -> Sarajevo, Bosnia ->Mostar, Bosnia -> Dubrovnik, Croacia -> Budva, Montenegro -> Tirana, Albania -> Ohrid, Macedonia -> Escópia, Macedonia -> Sofia, Bulgaria -> Plovdiv, Bulgaria.

Tudo via terrestre, até por que fui sem roteiro definido. Fui sozinha, eu e meu guia Lonely Planet 🙂

Terminei em Plovdiv, na casa de uma amiga Bulgara que estudavamos juntas, então de lá pegamos um avião de volta para a Itália. Eu amei demais essa região! Depois ainda pude ir duas vezes para Sérvia, que vale também a visita (tentei ir neste primeira vez que viajei pela região, mas fui barrada na fronteira, estória essa que fica para a próxima).

Prometo escrever mais sobre cada lugar que passei!

Lago Ohrid, Macedonia!

Lago Ohrid, Macedonia!

3a Opção: Sudeste Asiático! Esse blog começou, no incio da minha aventura de 8 meses por esta região. Já escrevi um roteiro que sugiro para quem tem 30 dias para explorar a região (esta aqui no blog esse post). Esse é um destino muito comum para mochileiros europeus, no nosso caso acredito que o número de brasileiros esta crescendo porém ainda é bem pouco. Ah! tem também muito Australiano por ai.

A região é bem preparada para receber turistas, sendo estes mochileiros ou mais high end. Hostels estão por toda parte e os preços são os melhores. Viajei por 12 países e para isso é necessário tempo, porém mesmo sem muito tempo da para conhecer destinos que você jamais vai esquecer. Só de ir para a Ásia, já é algo que você jamais vai esquecer!

Aqui no blog já tem vários posts falando dos destinos que passei durante este tempo, então fique a vontade 🙂

Bali!

Bali!

Outros destinos: São tantos, mas com mochila nas costas ainda iria para América Central (da para fazer tudo via terrestre), Índia e Nepal, Kenya e Tanzânia, e tantos outros.

Espero conseguir escrever mais aqui no blog!

Bjs,

F.